Música Entrevistas

2018 A Gilberto Gil, por Andreia Carneiro

| ENTREVISTAS MUSICA | BRASIL | ZURICH |

A música foi a minha escolha de vida, como elemento de adesão absoluto 

— Andreia Carneiro de ©PuntoLatino entrevista Gilberto Gil em Zurique, 15.03.2018. Fotos: ©Andreia Carneiro.

A «trinca de ases» está a espalhar magia pela Europa. E, foi em Zurique que encontrei este trio maravilhoso. E cuja humildade e amor à música fez Gilberto Gil sentar-se à minha frente para falar deste projecto de enorme sucesso. Mais um, a somar a toda uma vida cheia de carinho do público, nāo só brasileiro mas também dos fãs que foi e vai conquistando a cada dia pouco por todo Mundo.

 

18gil carneiro1 520

 

— Gilberto Gil como tem sido a resposta do público europeu a este mágico encontro, dos dois baianos, Gil e Gal e do também fantástico Nando Reis, pela Europa?

— Os públicos da Europa não são todos iguais. Apesar de em vários aspectos serem semelhantes, porque com a música popular de vários géneros globais como Rock n Roll, blues, bossa Nova para citar alguns exemplos fez o público desejar ouvir e assistir a espectáculos dos mais variados estilos de música. Nessa vontade são parecidos.  Por outro lado as características de cada nacionalidade vão colocando experiências diferentes à nossa frente. Felizmente experiências sempre muito prazerosas para nós.

 

18gil gilberto200x293— Com a grande Gal Costa, ao longo destes anos, muitos foram os palcos partilhados entre vocês. Mas, com o Nando Reis, apesar dos seus já 35 anos de carreira musical, é uma nova experiência. Para ele, que está, como o próprio diz, em palco com os seus ídolos desde menino. E para o Gil como tem sido esta experiência com ele, sabendo da sua admiração e idolatria?

— O Nando é um grande compositor. Que vem de uma experiência fantástica do grupo "titâns" e que depois seguiu a sua carreira a solo. Se eu tivesse que escolher o melhor do Nando eu diria a guitarra porque tem uma forma muito peculiar de tocar, com muitas influências do Folk americano, da Bossa Nova brasileira e ainda a sua veia de Rock n Roll. E, depois, a composição, pois tem um texto maravilhoso, e é extremamente expressivo. Eu admiro-o imenso.

 

— Depois de já ter actuado nos palcos do Mundo, há imensos anos, o que é que aparece de motivação maior para tantos concertos, viagens, fuso horários, etc., nesta altura da sua vida?

— A música foi a minha escolha de vida, como elemento de adesão absoluto. Eu sou um aderente e estarei dessa forma até ao final... 
E por isso, vivo uma renovação constante de interesses musicais, de descobertas e de vivências.

 

— A escolha do repertório na minha opinião é perfeita, desde as músicas de cada um até aos originais que nos apresentam com este projecto. Há vontade de continuar a criar coisas novas com os seus companheiros fantásticos desta nova aventura?  O que tem em mente a sua alma criativa para um futuro próximo?

— Claro que sim. Tenho sentido vontade de continuar a trabalhar com eles, desde que a "Trinca de ases" iniciou os seus espectáculos. E há também algo novo no Nando Reis que me faz querer trabalhar mais com ele. Veremos o que poderá surgir!

 

— Que palavras pode dirigir a todos nós que estaremos convosco de alma e coração em Zurique, no concerto de hoje?

— Um agradecimento de coração por quererem viver connosco mais esta experiência.

 

Um agradecimento do nosso portal PuntoLatino pela disponibilidade deste grande músico.

 

18gil gilberto3 trio521

Trica de Ases 

 

 18gil carneiro entrevista521

El entrevistado y la entrevistadora ...

 

El anuncio del concierto en PuntoLatino ...